O instrutor de caminhada | Parabéns Joaquim

_MG_9976

“Joaquim, Loreta e Amapola estava no 2°  andar do Hospital São Camilo desbravando os quartos. De repente, ouviram vozes dentro de um deles, e já se animaram sabendo que tinham pessoas lá. Decidiram bater na porta e, depois de um tempo, ela se abre e lá estava ele, Diego*, um garoto de aproximadamente seus 9 anos dando as boas-vindas aos palhaços, educadamente, e os convidando para entrar.

  Loreta e Amapola entram, mas na vez de Joaquim entrar como elas, Diego e seus pais notam algo de errado com ele: o palhaço e uma andava de uma forma muito estranha! Amapola não resiste e pergunta:

  – Joaquim, está tudo bem? Parece que você está andando diferente!

E  Joaquim então responde.

  – Oxi, estou andando normal, ué!

  Falando isso, o palhaço dá mais um passo até outra parte do quarto, mas tinha realmente algo de errado, ele se abaixava, dava passos muito longos e se apoiava nas coisas. Muito estranho!

  Loreta pergunta ao pequeno paciente o que ele achava e o mesmo confirmou que essa não era a maneira correta de andar, demonstrando para Joaquim como se fazia:

  - Olha, não precisa espaçar tanto os pés, dê passos mais curtos. Vamos, tente dando 7 passos até ali.

  Joaquim, então, vai para a tentativa, mas dá passos muito curtos,  quase não saindo do lugar. Loreta e Amapola dizem que está errado, que o  palhaço não tinha entendido nada ainda, fazendo Diego, pacientemente, retomar as instruções:

- Dê passos mais largos, não precisa ser tão pequenininho.

E nessa segunda, o Joaquim se prepara e… Afasta demais seus pés! Loreta, desacredita do parceiro, e tem uma ideia:

  – Diego, o Joaquim é muito lerdo e não entende nada, que tal fazermos um manual para ele? Acho que assim vai dar certo!

Nesse momento, o paciente dita as coordenadas para um andar perfeito, enquanto Loreta escreve e por fim assina.

E chegou o momento, era hora de ver se Joaquim se saia bem após todas as instruções do especialista.h Diego estava com olhos atentos aos pés do palhaço, enquanto Loreta e Amapola torciam por ele!

- Vai Joaquim, você consegue! Não desista!

  Lá foi ele, passo por passo, tentado ao máximo seguir todos os conselhos do paciente e…

- Uhul! Muito bem! Viva!

Joaquim finalmente aprendeu a andar e todos do quarto comemoravam.

Nas instruções do menino dizia que ele precisava andar sempre reto e em frente, o que fez o palhaço não parar mais e se direcionar para a saída do quarto. Mas, antes de sair, Joaquim dá uma última olhada e agradece ao seu incrível educado e tutor!

  Então, os três palhaços saem do quarto comemorando o novo aprendizado de Joaquim!”


 

 

História contada por: Daniel Lima (Joaquim);

Vivenciada por: Joaquim, Amapola e Loreta.

 

O que achou dessa história? Conta pra gente no nosso Facebook @NarizesPlantao e no nosso Instagram @narizesdeplantao_ 

 

*nome fictício

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>