A Festa do Breno é Mais Legal #ParabénsMargot

_MG_0266

“Estavam quatro palhaças, andando por um corredor no hospital, um pouco entusiasmadas demais pelo tanto de atenção que as pessoas depositavam em sua passagem. Um menino até parou de ir, para onde estava indo, só para olhar aqueles quatro seres:

- Qual o seu nome?- pergunta Margot.

- Breno*. – responde o menino.

- Breno, onde é o seu quarto?

O menino corre para uma porta e aponta.  Margot fala que faria uma visita para ele mais tarde, pois agora já sabia qual quarto era seu quarto.

Depois de uma longa volta, Margot e Matilda finalmente chegam ao quarto do Breno. Quando elas chegam, a recepção não podia ser mais calorosa: todos do quarto estavam com medo das palhaças terem se esquecido de voltar para o quarto de Breno. Ah! Mal sabiam eles que Margot promete, Margot cumpre.

Margot logo comenta, com Matilda, que Breno não devia ser criança, pois ele era maior que ela. Quando a mãe do paciente ouve isso começa a dar risada e comenta:

- Ele só tem seis anos!

A pequena palhaça, nesse momento, morre de vergonha, já que um menino de seis anos era maior do que ela! Depois percebe que os pais eram muito muito muuuito grandes, o que significava que devia ter entrado em um quarto de gigantes. A mãe fala que era a genética, família italiana cresce demais.

- Ué, mas eu tenho um pouco de italiano! – gritou Margot quando ouviu a afirmação da acompanhante.

Todo mundo começa a dar risada quando ouvem as lamentações da palhaça e  a mãe comenta que deve ser pela região dentro da Itália que é diferente. Margot fica chateada de não ter a genética da região certa.

Então, o pai de Bruno ergue seu celular e fala para as palhaças que elas estão via transmissão de vídeo em uma festa de crianças que Breno não pode ir por estar no hospital. Matilda não perdeu tempo e falou:

- Nós não estamos nessa festa do celular, nós estamos na festa privada do Breno e aqui está muito mais  legal!

As palhaças resolvem dançar e a rebolar para curtir a festa e estava tão legal que Breno desce da cama para dançar com elas. Todos do vídeo começam a dar risada, lógico, eles estavam participando da festa do Breno, que mesmo que por videoconferência, os deixaram felizes… Ou a dança estava um pouco cabulosa.

Quando o pai fala para todos darem tchau para a festa do Breno, Margot fala que as palhaças também devem dar tchau, mas, antes, elas iriam dar um presente muito especial para ele: um poema.

Margot então abre sua bolsinha e pega uma folha e uma caneta:

- Matilda, eu escrevo e você dita o poema.

‘Breno,

É isso aí

Se você não pode  ir na festa lá

Vai ter festa aqui

É isso aí’

E assim as palhaças deixam o quarto após darem seu poema grandioso ao Breno.”

História contada por: Gabriela Félix (Margot)

Vivenciada por: Margot e Matilda

O que achou dessa história? Conta pra gente no nosso Facebook @NarizesPlantao e no nosso Instagram @narizesdeplantao_ 

 

*nome fictício

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>